Blog

Fique por dentro das novidades que acontecem no
mundo dos vinhos e destilados!

ESPUMANTES
22 de dezembro de 2017

ESPUMANTES

Conteúdo Técnico

Os vinhos espumantes remetem a celebração… geralmente são consumidos sozinhos, mas também podem desempenhar muito
bem à mesa. Nos espumantes produzidos através do método de tanque (ou Charmat), onde as bolhas são retidas durante a
segunda fermentação em grandes tanques selados, as notas primárias (fruta, flor…) são o grande destaque, gerando um
estilo mais leve e fresco. Estão nesta categoria vinhos como Prosecco (Itália) e a maior parte dos Sekt na Alemanha.

Já os espumantes feitos pelo método tradicional (ou champenoise) têm suas bolhas originadas de uma segunda fermentação feita dentro da garrafa, levando a um contato do vinho com as leveduras mortas (borras) e a um estilo um pouco mais complexo, onde as chamadas notas autolíticas (fermento, pão tostado…) se juntam aos aromas e sabores primários. Neste grupo de espumantes temos o Champagne (França), a Cava (Espanha), o Cap Classique (África do Sul), além de bons exemplos na Nova Zelândia, Austrália, Inglaterra e Brasil. Há também os espumantes feitos pelo método Asti, onde os tanques são selados durante a primeira fermentação, que é interrompida a certa altura, originando um espumante frutado, com açúcar residual e baixo teor de álcool. O Moscato D’Asti (Itália) é o grande referencial para este tipo de espumante, cujo estilo é replicado em todo o mundo, inclusive no Brasil. Um Moscato D’Asti, com seu dulçor e muita fruta presente, é uma ótima opção para acompanhar sobremesas como uma torta de damasco ou uma salada de frutas. Um Champagne, com sua elevada acidez e abrangência de aromas, pode acompanhar desde ostras frescas e caviar até a pratos mais elaborados com frutos do mar e carnes brancas, de acordo com sua complexidade. E um Prosecco pode ser um ótimo acompanhamento para pratos/entradas leves e frescos como saladas, carcioffini e mariscos marinados.

Separamos algumas sugestões para cada um destes estilos de espumantes: Nino Franco Primo, Prosecco Valdobbiadene, Itália 2016 (preço aproximado: R$ 160, Inovini); Larmandier Bernier, Champagne Extra Brut “Longitude” Blanc des Blancs 1er Cru (preço aproximado: R$360, Cellar); Perini Moscatel, Bento Gonçalves, Brasil (preço aproximado: R$ 37, Casa Perini)

+
alto las hormigas whats on enocultura 570x270 - Alto Las Hormigas
18 de agosto de 2016

Alto Las Hormigas

A Eno Cultura em parceria com a World Wine realizou 3 eventos com a vinícola Alto Las Hormigas na última semana; o primeiro e segundo evento foram realizados no Hotel Tivoli e contou com a presença da indústria e imprensa. O terceiro evento realizado na loja World Wine (Itaim Bibi) foi um happy hour de […]

continuar lendo
+
agenda do vinho enocultura 570x270 - Agenda do Vinho - Janeiro
2 de janeiro de 2018

Agenda do Vinho – Janeiro

2018 já começou e os eventos de vinhos também. Confira a lista de Janeiro e participe! FESTIVAL DA VINÁLIA Dia: 08/12/17 a 06/01/18 Horário: Das 09h às 19h – Atividades nos Parreirais: Degustação de Uvas, Pisa da uva, Chá da Tarde e Corrida de Barricas “Città del Vino” Local: Complexo Espaço Uva e Vinho – […]

continuar lendo
Assine nossa newsletter e fique por dentro das nossas novidades

Eno Cultura - Todos os direitos reservados © 2018