Blog

Fique por dentro das novidades que acontecem no
mundo dos vinhos e destilados!

Cruzamento entre Uvas: Dornfelder
30 de outubro de 2019

Cruzamento entre Uvas: Dornfelder

Conteúdo Técnico

Na década de 50, August Herold cruzou duas variedades alemãs de nomes difíceis que foram criadas por ele – Helfensteiner e Heroldrebe – no centro de pesquisa em Baden-Württemberg, no sul da Alemanha. A nova variedade não recebeu o nome do criador, porque um dos pais da Dornfelder já tinha parte do nome de Herold, então Immanuel August Ludwig Dornfeld, um dos fundadores da escola de viticultura Weinsberg, foi homenageado.

A Dornfelder é uma uva tinta que possui casca grossa, fator que impulsiona a resistência à Botrytis cinerea e também é uma ótima parceira para blends, por cooperar com cor profunda. É vigorosa e possui alta produtividade, e essas características fizeram os produtores ficarem atentos ao rendimento que deve ser controlado, para resultar em uvas com boa concentração de frutas, principalmente nos vinhos destinados ao amadurecimento em barricas de carvalho.

A Alemanha autorizou a utilização oficial da Dornfelder em 1980 e prosperou muito bem durante os 5-6 anos seguintes, cuja área plantada cresceu exorbitantemente. Para se ter uma ideia, a área plantada passou de 124 hectares existentes no fim da década de 70, para 7649 em 2017, fazendo com que a Dornfelder ultrapassasse muitas castas no ranking das mais cultivadas, ficando apenas atrás da Spätburgunder (mais conhecida como Pinot Noir, com 11767 ha), entre as tintas cultivadas em solo alemão. Um dos motivos do sucesso pode ser devido ao fato de antes dela, os tintos locais terem a coloração pouco expressiva. Tanto é que no início a Dornfelder era mais utilizada nos blends justamente para corroborar com a cor do vinho e, atualmente, muitos varietais são encontrados.

As principais regiões produtoras são Rheinhessen e Pfalz, onde os vinhos elaborados com Dornfelder costumam ter cor intensa, são macios e possuem alta acidez. Alguns outros países confiam na potencialidade da casta, como a Suiça, a Inglaterra, a República Tcheca e, mais recentemente, a Austrália. Esses países estão enxergando na Dornfelder uma bela alternativa à uva Pinot Noir, para produzir vinhos tintos com uvas cultivadas em solos de climas frios.

 

+
masterclass espumantes ingleses enocultura 570x270 - Masterclass Espumantes Ingleses
12 de dezembro de 2016

Masterclass Espumantes Ingleses

Você sabia que a Inglaterra produz excelentes espumantes? Nessa inédita Masterclass no dia 15 de dezembro, das 19:30h às 21:30h na Casa do Porto (São Paulo), abordaremos o desenvolvimento da produção de vinhos da Inglaterra, castas cultivadas, estilos de espumantes e tendências. Serão degustados 5 espumantes durante a Masterclass, entre brut e rosés. São eles […]

continuar lendo
+
3 de junho de 2019

Como Degustar um Vinho

Como degustar um vinho com precisão em uma análise sensorial completa, desde a análise de cor até a identificação das características no paladar. Olhar: Como degustar um vinho pela intensidade de cor Visualize o vinho sob luz natural contra um fundo branco, como um guardanapo ou folha de papel. Girar: Gire a taça, porque assim […]

continuar lendo
Assine nossa newsletter e fique por dentro das nossas novidades

Eno Cultura - Todos os direitos reservados © 2018