Blog

Fique por dentro das novidades que acontecem no
mundo dos vinhos e destilados!

Será que a música influencia na percepção de um vinho?
2 de maio de 2022

Será que a música influencia na percepção de um vinho?

Sem categoria

A resposta é sim, a música influencia na percepção de um vinho!

Veja alguns dados interessantes de um estudo feito por uma equipe de psicólogos da Heriot-Watt University!

Entenda o estudo sobre influências na percepção de um vinho

Foram recrutados 250 adultos no campus universitário e cada um deles recebeu uma taça de 125 ml de vinho – Cabernet Sauvignon ou Chardonnay. O objetivo era avaliar a percepção que cada um teve do(s) vinho (s) que recebeu, de acordo com o ambiente onde foi degustado.

Então, essas pessoas foram direcionadas para 5 salas onde foram realizadas as degustações. Era necessário que todo o vinho fosse bebido em, aproximadamente, 5 minutos e, adicionalmente, as pessoas não podiam conversar entre elas.

Entretanto, 25 pessoas receberam os 2 vinhos e provaram-os nas 5 salas.

Onde entra a música?

Das 5 salas, 4 delas tocavam um tipo de música o tempo todo e na outra nenhuma música era tocada. Músicas mais leves, suaves ou mais pesadas foram comparadas nas percepções da degustação do grupo de pessoas.

Conclusão: afinal, a música interferiu na percepção dos vinhos?

Como resultado, o tipo de música influencia na forma como a pessoa percebe um vinho, isso quer dizer que um mesmo vinho pode ter sabores diferentes dependendo do tipo de música que está tocando no momento.

Na sala com fundo musical mais pesado, o vinho era, portanto, percebido como mais pesado (e poderoso), quando comparado com a sala sem música.

Matemática

A música mudou a percepção do vinho na direção do estilo da música em uma média de 37,25%. O vinho tinto sofreu mais impacto que o branco: 42,25% contra 32,25%.

Vinho branco

  • Vinho branco categorizado como forte e pesado foi 32% mais alto na sala com música forte e pesada;
  • Já a percepção do vinho picante e refrescante foi 40% maior no ambiente com música agitada;
  • Classificado como sutil e refinado foi 31% maior na música sutil e refinada;
  • Por último, na sala com música suave fez aumentar 26% a percepção do vinho ser mais suave.

Vinho tinto

  • Vinho tinto categorizado como forte e pesado foi 60% mais alto na sala com música forte e pesada;
  • Já a percepção do vinho picante e refrescante foi 43% maior no ambiente com música agitada;
  • Classificado como sutil e refinado foi 41% maior na música sutil e refinada;
  • Por último, na sala com música suave fez aumentar 25% a percepção do vinho ser mais suave.

Local onde foi realizado o estudo e comprovado que a música influencia na percepção de um vinho: Universidade Heriot-Watt

A Eno Cultura atua no mercado de vinhos há quase 10 anos. Temos uma ampla gama de cursos sobre diversos temas, on-line, presencial e com certificações internacionais. Então, conheça todos aqui!

 



+
26 de dezembro de 2020

Vino de Pago

Os produtores espanhóis estão empenhados em valorizar o potencial dos vinhedos nas últimas décadas, talvez inspirados em outras regiões do mundo como Borgonha, Piemonte e Alemanha, por exemplo. Um dos resultados desse afinco é o sistema conhecido como Vino de Pago que está preconizado na legislação desde 2003. O termo em si não é auto […]

continuar lendo
+
7 de dezembro de 2021

Vinhos Italianos

À primeira vista, quando pensamos em vinhos clássicos do mundo, a França talvez é o primeiro país que vem à mente: Bordeaux! Borgonha! Porém, a Itália carrega alguns dos maiores clássicos que, inclusive, conseguimos fazer uma brincadeira com as primeiras letras do alfabeto: Amarone, Barolo e Chianti. O ABC da Itália, uvas italianas e estilos de vinhos Amarone […]

continuar lendo
Assine nossa newsletter e fique por dentro das nossas novidades

Eno Cultura - Todos os direitos reservados © 2018